Friday, March 21, 2008

Movimento Cívico pela Linha do Tua , 15 de Março de 2008


A autêntica campanha de sabotagem governamental ao transporte ferroviário, por sinal o mais ecológico, mais socialmente justo, e por exemplo com indíces de sinistralidade mais baixos prossegue ... A Linha do Tua, uma das mais belas e especiais da Europa continua sobre ameaça devido a uma barragem de interesse (para o desenvolvimento da região e do país) mais que duvidoso e questionável. Quero levar o meu filho a andar de comboio no Tua, e quero que os outros meninos da idade dele tenham também essa oportunidade. Será que ela irá ser destruída em nome de um progresso de fantochada e de fachada? Espero que não, sobretudo se todos estivermos do lado de Movimentos como o Pela Linha do Tua!

Viva o Tua e viva o comboio!



Comunicado do Movimento pela Linha do Tua de 15 de Março de 2008

O Movimento Cívico pela Linha do Tua recebeu com grande preocupação e apreensão a notícia de uma nova ameaça de encerramento da Linha do Tua. Um mês depois da sua reabertura, condicionada pelo regime de "marcha à vista" entre a Estação do Tua e o apeadeiro da Brunheda, situação desde logo deficitária e altamente questionável, sempre acreditámos que esta realidade apenas poderia evoluir no sentido da normalização da via, da melhoria do serviço e da segurança. No entanto, a 14 de Março de 2008, o Instituto de Mobilidade e Transportes Terrestres (IMTT) ordena que seja suspensa a circulação ferroviária entre Brunheda e Foz-Tua, baseando-se em estudos inconclusivos e inacabados, que são da responsabilidade do LNEC e da REFER. É incompreensível e inaceitável o facto de estas duas entidades não terem garantido, executado e terminado dentro do prazo todas as intervenções necessárias para garantir o normal funcionamento da Linha do Tua, facto esse que merece total repúdio e condenação. Certo é que após a reabertura da linha, os trabalhos de reforço da segurança estão por terminar e este aspecto representa bem o desleixe e desinteresse por parte dos responsáveis pela gestão e manutenção da Linha do Tua.



Ao Movimento Cívico pela Linha do Tua, causa grande estranheza, desconfiança e suspeição que um ano não seja suficiente para estudar os perigos e efectuar os trabalhos necessários numa linha que demorou apenas dois anos a construir, há 120 atrás… Curioso é também verificar que o IMTT dá a ordem de encerramento durante a tarde do dia 14 de Março, mas apenas três horas depois essa mesma ordem é revogada pelo próprio IMTT, dando mais uma semana ao LNEC e à REFER para que durante este período de tempo sejam efectuados os trabalhos que supostamente não se conseguiram fazer durante um ano. Estranhamente ou não, também se pode verificar que este infeliz e inoportuno episódio coincide com as vésperas do concurso para a construção da barragem.



Apesar dos investimentos realizados na Linha do Tua, a REFER e o LNEC não cumpriram com a sua responsabilidade, o que desde logo demonstra total falta de sensibilidade e respeito para com todos os utilizadores da linha, comprometendo seriamente o seu futuro.



O Movimento Cívico pela Linha do Tua condena o genocídio ferroviário que tem vindo a ser praticado na Linha do Tua e manifesta-se contra novo encerramento da linha, exigindo que seja normalizada a circulação ferroviária entre Brunheda e o Tua o mais breve possível.



Movimento Cívico pela Linha do Tua , 15 de Março de 2008



www.linhadotua.net


3 comments:

Mario said...

parabéns pelo seu blogue, pela sua sensibilidade e pelo seu bom gosto
mario

www.linhadotua.net

Daniel Conde said...

ASSINEM a Petição pela Linha do Tua VIVA!!!


http://www.petitiononline.com/tuaviva/petition.html

pedro jorge said...

Muito Obrigado Mário,

e muita força nessa luta que é de todos nós com sensibilidade pelo património natural e humano do nosso país!

Muito Obrigado também Daniel, muita força com a petição, já assinei e repassei!

abraços pelo Tua !